A hora de decidir

Todos temos desejos em relação a nossa vida. Temos consciência sobre o que poderia estar melhor ou ter nosso melhor empenho ou envolvimento. Porém, também temos as justificativas que de alguma forma amenizam o peso da responsabilidade a ser assumida.


Sempre pontuo em meus trabalhos que não basta querer mudanças, embora querer seja motivador, não é suficiente. É preciso mais. Considerando hábitos, ainda maior se torna o processo.


Construimos hábitos a vida toda, eles se formam sobre referências de várias origens, e nós somos a bússola que irá conduzir cada um dentro de um parâmetro de valor, a ser agregado ou não.


Sofremos inúmeras influências, desde de nosso nascimento. Passamos por vários processos de amadurecimento e escolhas, tudo se torna base, e assim, formam hábitos comportamentais e emocionais.


Torna-se super importante ter essa consciência e o auto compromisso de amadurecer, de fazer e ser melhor, de transformar resultados, construir histórias que possam ser novas referências.


Eu escolho construir hábitos que possam qualificar minha vida, sustentando minhas crenças multiplicadoras. Sim, elas precisam ser nessa direção, multiplicar o melhor que podemos ser e fazer.


Construir hábito é mais que formar um costume cotidiano, é uma escolha de vida.


Se você quer entender e atravessar esse processo, segue comigo, nós temos muito o que dividir! Bora...




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo